in

A Maldição de Big Ramy – Parte 2 – Por que Ele nunca será Mr Olympia

Por que Big Ramy nunca vai ser Mr Olympia

 

big-ramy-o-campeao-do-arnold-classic-brasil-2015

Muita polêmica foi gerada sobre o post da “Maldição de Big Ramy”, onde conjecturo sobre possíveis cenários e rumos do bodybuilding caso os árbitros continuem premiando Big Ramy.
No texto anterior, eu argumento que Big Ramy tem sido colocado à frente de adversários com físicos mais completos.  Digo que ele mata todo mundo quando o assunto é volume, mas nunca chega extremamente seco nos shows, nem tem uma boa porporção, muito menos boa separação e detalhe muscular.

O maior bodybuilder nem sempre é o melhor.  O Bodybuilding é sobre quem tem o melhor conjunto de Volume, definição, proporção e shape.  Volume é apenas um dos fatores.

Muitos dos fãs do esporte têm uma visão muito emocional. A avaliação deles é emocional e os faz pender para o lado de quem eles gostam mais, de quem eles gostariam ver vencendo.

E sem dúvidas que o físico de Big Ramy e até a sua personalidade – dócil, amistosa e simpática – são capazes de angariar muitos fãs.

Eu, como comentarista, enxergo o esporte com um olhar mais técnico e objetivo. Não tenho bola de cristal, nem sou o dono da verdade. Utilizo os dados, estatísticas e a maneira como os Árbitros da IFBB pensam para embasar meus comentários. Como costumo cobrir alguns campeonatos Pro, tenho a chance de ver os atletas de perto, literalmente na minha frente, a poucos centimetros.

E quem lê o que eu escrevo desde 2005, sabe que raramente eu costumo errar. Isso acontece por que eu escrevo profissionalmente (sou realmente pago para escrever sobre bodybuilding) e guardo minha opinião pessoal para mim, no máximo amigos próximos.

Se o Branch Warren pode, Ramy também pode…

Um dos argumentos foi que Branch Warren tem um shape feio, estrutura ruim, pouca separação muscular e ainda sim tem dois títulos do Arnold e um Vice no Olympia.

Branch sempre foi um guerreiro. Ele sempre deixou claro que sabia de suas limitações e sempre trabalhou duro, muito duro (provavelmente mais duro que qualquer um de sua época) para superá-las.

Ele poderia ter sido o novo Tom Platz, pois suas pernas, caso tivessem sido levadas ao seu potencial máximo, seriam lembradas para sempre.   Mas Branch sempre disse que tudo o que ele não queria era ser chamado de Tom Platz dos tempos modernos, ou qualquer outra comparação com o Golden Eagle.

Branch deixou de treinar pernas durante muito tempo para poder ter um físico proporcional e equilibrado.  Branch sempre soube das falhas em seu físico e sempre batalhou para corrigi-las.

Ele podia não ter muita separação muscular na parte superior do tronco, mas suas pernas tinham excelente separação. Mesmo não tendo muita separação muscular na parte superior do corpo, Branch sempre chegava seco como o deserto em todos os shows. Ele pode ter chegado com a condição menos de 100% em uns poucos shows, mas era bem raro.

banner dcfit comece agora

Branch não tinha o shape lindo, é feio na verdade, mas ele sempre trouxe bom volume, excelente definição, boa proporção.

Big Ramy, por sua vez, tem extremo volume.  Mas suas coxas são muito grandes para o restante de seu físico, sua separação muscular é quase inexistente, ele nunca chegou realmente seco (sem água nem gordura em um show) e sua musculatura tem um aspecto esquisito. Quando ele posa, o aspecto de seus músculos não muda. Diferente de caras como Morel e Coleman (que eu também vi posar e treinar pessoalmente) quando eles fazem a pose, sua musculatura muda nitidamente, os cortes se aprofundam ainda mais, as veias começam a saltar, uma verdadeira mutação acontece em seus físicos.

O que se diz por aí é que Big Ramy precisa de mais dois anos de trabalho duro para amadurecer seu físico e melhorar os cortes etc. Isso não vai acontecer nunca.

Big Ramy parece não se importar com isso. Ele parece estar preocupado com seu volume. Ele pesou 130kgs  no Olympia. E se tivesse chegado com 15 kgs a menos, ainda teria sido o maior cara do palco e poderia ter apresentado um físico bem mais seco e balanceado. Mas ele não fez.

Dizem que talvez Charles Glass fosse a solução para seu físico. Ele já foi treinado por Dennis James e George farah. Por melhor que eles sejam, nenhum dos dois conseguiu convencer (ou obrigar) Big Ramy a competir menor e mais seco – Ou você acha mesmo que eles não enxergaram esse problema  e não tentaram convencê-lo?

Não seria o Charles Glass que iria conseguir. Ele já passou por dois treinadores excelentes.

No final, quem decide oque fazer é o atleta. Ele pode ter quem for do lado dele. Se ele não fizer o que o treinador manda, não adianta.

Ramy nao é um hard worker. Ele cresceu rápido por dois motivos:

1- Porque realmente é fenômeno genético (mas vários IFBB Pro poderiam fazer isso também, caso quisessem)

2 – Porque tem preguiça e/ou pressa demais.

Crescer rápido demais foi oque causou esse problema de falta de qualidade/detalhe/separação. Outros Pros, mesmo podendo crescer muito rapidamente, preferiram – ou melhor – foram orientados a colocar massa muscular aos poucos em suas estruturas. Reparem que a maioria dos Pros que apresentam pouca separação e detalhe  muscular foram aqueles que cresceram demais. Existem exceções, claro – por isso eu disse “a maioria”.
Reparem também que em competições internacionais amadoras como Arnold Amateur e Mundiais IFBB, como os atletas Top 10 das classes de peso abaixo dos 100 kgs apresentam excelente separação e detalhe muscular. Isso acontece por que eles estão há vários anos trabalhando apenas a sua “qualidade muscular” ou por não desejarem subir de categoria de peso, ou simplesmente por não conseguirem crescer mais.

Agora que Big Ramy tem o volume, deveria lutar pela qualidade, certo?

Façam uma reflexão e pensem o  quanto a qualidade dele melhorou nos últimos dois anos? Cerca de 5%? Se é que podemos dizer que ele melhorou sua separação e detalhe muscular nesse período. Quanto melhorou o problema de porporção entre seus quadriceps e o resto do corpo? Nada.   Porém, ele aumentou o volume geral de seu físico nesses dois anos. Coisa que todos sabemos, inclusive ele, que não precisava e não deveria ter acontecido.

Treinar e comer para crescer é gostoso. Consertar probleminhas como detalhe e separação muscular,  requer paciência, muito mais dedicação e é chato.

Diante de tudo isso,  podemos afirmar que dificilmente o veremos ter tanta qualidade muscular quanto ele tem de volume. Infelizmente, pois seria fantástico ver onde o físico dele poderia chegar.

Mas é provável que ele não esteja disposto a fazer isso.

 

 

 

Artigos Sugeridos:

philarnold BANNER