in

Nova Federação é anunciada às vésperas do Olympia – NPC Global

NPC Global a nova Federação

Mais uma bomba atômica é lançada no Mundo do Bodybuilding esta semana. Se já não bastasse toda a polemica envolvendo a não participação de Kai no Olympia 2015, ontem (16/09/2015) tivemos o anúncio de uma nova federação – NPC Global.

Lee Thompson, até então diretor da NPC Texas e Árbitro da NPC e IFBB Pro, tendo arbitrado vários Olympias, anunciou ontem que estava formando uma nova Federação.

A NPC Global League12033125_841528699278606_4773848980174742209_n

Thompson se desligou da IFBB e fez um pronunciamento em Vídeo dizendo que há tempos vinha pensando como os atletas deixavam de receber o merecido tratamento sendo submetidos à julgamentos obscuros, tendo sua imagem usada sem receber muito dinheiro por isso além de outras coisas.

Thompson relatou que durante o Arnold Classic desse ano, quando Schwarzenegger criticou a arbitragem,  ele disse para a sua mulher que talvez fosse mesmo a hora de dar seguimento à sua idéia.

Após o incidente com Kai Greene, Thompson se decidiu de vez e resolveu lançar o vídeo anunciando a NPC GLOBAL. Que é a sigla para  Nspire Phisique Championships Global.

No vídeo Lee Thompson diz a idéia de sua federação é se tornar uma comunidade onde os atletas terão voz ativa e receberão a divisão dos lucros da entidade. Ele relatou que por anos a indústria do Bodybuilding vem ganhando dinheiro com a imagem dos atletas e pouco é devolvido de volta para eles.

Além disso, Lee garantiu que haverá transparência total nos resultados e maneira como foi feita o julgamento. Tudo será explicado. Teremos sempre explicações porque atleta A ficou na frente de atleta B.

Lee disse que no dia 08 de Novembro de 2015, haverá uma apresentação na Muscle Beach, em Venice, com alguns atletas amadores conhecidos do público as 13:00hrs e lá será revelado toda a maneira como a Federação vai funcionar tanto em nível Amador quanto Profissional. Além disso, nessa hora o site oficial da entidade será lançado.

O Primeiro show também já está marcado, será dia 12 de Novembro na China.

A IFBB está realmente ameaçada?

A resposta simples e curta é não.  A principio não e só o futuro poderá dizer se os planos utópicos, porém bem-vindos, de Lee Thompson vão se concretizar.

Thompson convida os atletas Pros da IFBB, NABBA e outras federações para competir em seus shows Pro.  Os atletas não serão obrigados a competir apenas na NPC Global.

Mas dificilmente algum IFBB Pro de ponta iria se arriscar e ir competir na nova federação. Talvez Kai Greene, devido ao seu problema com a IFBB.

O grande problema é que a IFBB não permite que seus atletas participem de competições de outras entidades sob a pena de suspensão de um ano. Na IFBB Pro, após um ano, o atleta ainda tem que ser readmitido por uma comissão julgadora.

É claro que pode haver um ou  outro atleta IFBB Pro de segundo ou terceiro escalão que vai para lá, mas não vejo nenhum dos Tops arriscando sua pele e carreira nisso. Por isso o futuro da NPC Global é tão intrigante e obscuro.

Vale lembrar que essa jogada já foi tentada por duas vezes no passado.

A primeira tentativa ficou a cargo de Vince McMahon, Presidente da Federação de Luta-Livre Americana WWF no início dos anos 90.  Vince formou a WBF (World Bodybuilding Federation) e convidou treze IFBB Pros, alguns muito bons como Aaron Baker, Mike Christian, Berry deMey, Eddie Robinson e Gary Stridon.
A idéia também era trazer mais exposição e dinheiro aos atletas. OS prêmios dos shows eram milionários e havia um forte exame anti-doping. O resultado foi que os atletas se apresentavam bem menores e o público não gostou muito. Dois anos depois e com um prejuízo de US$15 Milhões, McMahon fecharia a WBF.
Alguns atletas, como Baker e Stridon, tiveram permissão para voltar às competições IFBB, mas nunca mais tiveram uma boa colocação, mesmo trazendo físicos excelentes.

Foi após esse fato que Joe Weider começou a contratar atletas Pro e pagar bons salários para aqueles que mais se destacavam. Isso foi uma coisa boa boa para os atletas.

Em 2006, Wayne DeMilia se desvinculou da IFBB e formou a Pro Divison INC (PDI). Ele levou consigo o nome Night of Champions, que era de sua propriedade (a partir dali, o antigo Night of Champions da IFBB passaria a se chamar New York Pro) e o polêmico Lee Priest.
Após um ano,a federação ainda não tinha decolado e DeMilia anunciaria o fim das atividades da federação devido à problemas de saúde.
Lee Priest nunca mais seria aceito de volta à IFBB.

CLIQUE AQUI PARA SABER COM DETALHES A HISTÓRIA DA WBF E PDI

Pelo que a história nos conta, as chances de NPC Global se tornar a bola da vez e enterrar a IFBB são pequenas. Mesmo as chances de ela se manter firme e se tornar uma concorrente para a IFBB são remotas. Sem o apelo de marketing que os Top Pros da IFBB, a NPC não irá gerar interesse, nem muito dinheiro.

Pode ser que Kai Greene vá competir lá? Pode ser, mas Kai Greene sozinho seria um grande peixe em um lago pequeno demais, como diz o ditado americano. Ele iria competir contra amadores recém-promovidos e Pros de outras federações, que vamos convir, não irão ser grande coisa.

Claro que uma reviravolta pode acontecer e tudo pode mudar. Pode ser que Lee Thompson encontre aliados fortes, mas não creio que ninguém com Poder e boa reputação deixaria a certeza da IFBB, por mais injusta que ela pareça ser as vezes, para apostar em algo como a NPC Global.

A conexão Arnold

Vários rumores vêm surgindo, uma delas é que Arnold entraria junto nessa federação, já que ele tem problemas com a IFBB. Duvido muito. E além disso, ele já tem praticamente a sua própria liga dentro da IFBB, não tem? Ele organiza seis Arnold Classics (Ohio, Brasil, Espanha, Australia, Africa do Sul e um na Ásia). Ele diz que tem planos de fazer o Arnold Ohio uma final, onde só competiriam atletas que se classificassem nas outras edições do Arnold. Pensem bem.

A outra história é que Jay Cutler também já até teria um show a ser organizado na NPC Global. Também não é assim. Ele tem um show divulgado na página da NPC Texas, antigo emprego de Lee Thompson. Uma coisa não tem nada a ver com a outra.

De qualquer forma, é uma notícia que abala o mundo do culturismo, chacoalha a cabeça da IFBB e pode trazer benefícios, indiretamente, aos atletas.

Vamos aguardar o desfecho dessa história nos próximos dias.