Proteína demais faz mal?

por Miguel Chain 20/05/2009 em Artigos /
Compartilhe no Tumblr

por Miguel Chain



Proteína demais faz mal? Essa é uma pergunta que gira nas academias e em fóruns de musculação pelo mundo todo. Nosso meio está rodeado de informações equivocadas, profissionais mal informados e muitos, muitos curiosos metidos a estudiosos e que quase sempre passam a mensagem errada.

A Organização Mundial da Saúde diz que a dose diária e saudável de proteína para um adulto é de 0,8 grs/kg de peso corporal/dia. Alguns estudos realizados há 40 anos diziam que muita proteína era prejudicial aos rins. Estes fatos não condizem com a verdade e apenas servem de munição para médicos e jornalistas desatualizados na hora comentar os hábitos alimentares dos atletas envolvidos em atividades como exercício resistido.

Proteína demais faz mal? A resposta da Sociedade Internacional de Nutrição Esportiva ( International Society os Sports Nutrition – ISSN) é um grande e sonoro NÃO. O Comitê de pesquisas da entidade, formado por nove especialistas e autoridades mundiais em pesquisas na área, formulou um estudo onde se comprovaram vários fatos que os culturistas já sabiam a anos. Agora a ciência, e ciência com autoridade, pois a entidade em questão é um órgão de reconhecimento mundial, comprova e firma sua posição a favor de um consumo maior de proteínas pelas pessoas que praticam atividades físicas e ainda por cima enterra velhos mitos tais como o que muita proteína prejudica os rins.

O estudo realizado pela ISSN é importantíssimo pelo fato de que este texto formaliza a posição oficial da entidade em relação ao consumo de proteínas por pessoas ativas. Chame sua namorada, sua mãe, seu pai, sua avó, enfim, todos que sempre só assistem aos programas sensacionalistas da TV e que sempre ficam te enchendo por você comer proteína demais ou tomar seus shakes diariamente. Agora eu, você, todos nós podemos mostrar e comprovar por meio de um estudo cientifico realizado por uma entidade de renome mundial, séria e por um corpo de pesquisadores do mais alto escalão que o consumo de proteína mais alto, o consumo de suplementos a base de proteínas e aminoácidos são importantes e totalmente seguros.

Quantidade adequada de proteína

Por décadas, os culturistas são conhecidos por ingerirem quantidades enormes de comida, especialmente proteína. Temos relatos de atletas que chegam a ingerir até 4, 6 grs de proteína por quilo de peso corporal. Não é novidade para nenhum marombeiro bem informado que a necessidade protéica de quem treina com pesos é muito maior do que a de uma pessoa normal. Por isso comemos muita, mas muita proteína. Um dos valores mais aceitos pela comunidade culturista hoje são 2 grs/kg peso/dia para atletas naturais. A OMS recomenda 0,8 grs/kgs peso/dia; você já se perguntou de onde eles tiraram este número?

Segundo o texto, a necessidade diária protéica é calculada medindo o balanço nitrogenado do corpo; calcula-se a quantidade de nitrogênio ingerido (proteína ingerida em um dia) e calcula-se a quantidade de nitrogenio excretada na urina. Acontece que essa técnica pode subestimar a quantidade mínima de proteína pois não leva em conta a atividade atlética realizada e não leva em conta os efeitos anabólicos de uma ingestão maior de proteínas.

Nas palavras dos autores: “Na verdade, uma abundancia de estudos indica que os indivíduos engajados em atividades físicas requerem níveis maiores de ingestão proteica do que os 0,8grsproteina/kgs peso/ dia, independente do tipo de exercicio ou de sua condição física.”

O estudo finaliza essa parte dizendo que atletas que treinam com peso devem consumir 2,0 gramas de proteína pro quilo de peso por dia e que a ingestão abaixo deste nível pode ser prejudicial, pois levaria a uma recuperação inadequada.

Consumir proteína acima da recomendação da OMS é seguro?

O maior mito e o maior erro sobre o consumo de proteínas é dizer que o consumo continuo e elevado de proteína é prejudicial aos rins e que pode causar perda de cálcio nos ossos, aumentando as chances de osteoporose.

Sempre que alguém de fora do meu circulo de amigos ou familiares me conhece e fica sabendo que costumo consumir 800-1000grs de carne ou frango por dia, ela começa a me dar sugestões e conselhos do tipo: “Cuidado, não coma tanta proteína.” “Proteina demais faz mal!” “Você vai ter problemas nos rins se continuar fazendo isso.”

O consenso geral é esse. Proteína demais vai te matar. Vai te causar problemas irreversíveis nos rins. Inclusive nutricionistas e médicos ainda dizem isso. Segundo Stalin, uma mentira dita mil vezes torna-se uma verdade. Com tanta gente dizendo que comer muita proteína faz mal, todos aqueles que estão de fora do esporte, que não estão ligados tão diretamente ao ramo da musculação acabam tendo a certeza de que isso é verdade.

Mas e se todos estiverem certos? E se o consumo elevado de proteína realmente for prejudicial?

Felizmente as pesquisas mais recentes demonstram o contrario. A maioria das pesquisas que demonstram que consumir quantidades de proteína acima da recomendação da OMS podem causar problemas, utilizam como objeto de estudo pessoas ou animais com problemas renais já existentes. Por isso a única conclusão é que proteína em grande quantidade pode aumentar os problemas já existentes nos rins, e não causar problemas em pessoas saudáveis.

Além da inexistência de evidencias comprovando que o uso de proteína acima da recomendação da OMS trás problemas renais, a ISSN diz que o consumo um pouco mais alto de proteína acaba sendo benéfico á saúde pois acaba ajudando a prevenir problemas como diabetes, colesterol alto, sindrome metabólica e obesidade.

Outra preocupação antiga sobre o consumo mais alto de proteina é a perda de cálcio nos ossos o que poderia levar a osteoporose. As evidencias deste problema são encontradas em artigos com sérios erros e falhas metodológicas pedendo seu valor cientifico e credibilidade.

 foto

Todos que treinam com pesos deveriam tomar um suplemento proteíco

Agora que vimos e temos certeza que podemos e devemos consumir mais proteína para maximizar os ganhos, precisamos encontrar uma maneira de conseguir consumir toda essa proteína. Nem sempre é possível consumir a quantidade de 2,0 grs de proteína/Kg de peso corporal/ dia somente comendo carne ou ovos. Muitas vezes motivos de força maior como trabalho ou estudos nos impedem de sentar à mesa e consumir uma refeição sólida.

A conveniência é um fator chave nos suplementos a base de proteína. Pode-se levar o shake a qualquer lugar, é fácil de preparar e simples e rápido de consumir. Se, sujeira, sem demora.

Ainda existem pessoas, até médicos, dizendo que suplementos fazem mal e que se você tomar por um período de tempo elevado, com certeza vai ter problemas. Os suplementos ainda sofrem um preconceito relativamente grande e são extremamente mal-entendidos pelo grande público. Muitos os consideram como “bombas”, outros consideram e tratam como remédios, mas na verdade pouca gente entende o seu funcionamento e importância dentro de um plano de treinamento.

A industria de suplementos se especializou fortemente na última década e hoje temos uma variedade imensa de produtos. Mas sem dúvida nenhuma, o suplemento número 1 , o mais primordial são os pós protéicos. Carnes vermelha ou branca têm entre 20 e 25% de proteína em relação ao peso (cru), o leite, que é um alimento tido como protéico, na verdade tem uma concentração muito baixa de proteína- apenas 3%. É bem verdade que os suplementos protéicos de maior valor biológico são derivados do leite (whey e caseina) mas a concentração deles no leite in natura é tão pequena que nem deveriaser considerada. Para se ter uma idéia, são necessários entre 200 e 300 litros de leite para produzir 900grs de whey protein de boa qualidade. Nos suplementos em pós, podemos encontrar concentrações entre 80 e 100% de proteína.

Voltando ao exemplo da minha casa, sempre que alguém vem nos visitar e vê os inúmeros potes de suplemento na cozinha, a pessoa fica espantada e novamente vêm os conselhos. Eu deveria parar com esses “remédios de engordar”, essas coisas tem bomba dentro etc . Para aqueles que dependem dos pais para comprar suplementos, a coisa pode ficar pior ainda, pois os pais zelosos nem sempre compreendem e tem acesso as fontes confiáveis de informação nesta área. Para nossa satisfação e maior tranqüilidade, a ciência, através dos estudos da Sociedade Internacional de Nutrição Esportiva, comprova que suplementos são eficazes, seguros e necessários para pessoas que praticam esportes como musculação.

A comissão que montou o texto encontrou e demonstrou diversos fatos importantes. Um deles é que as melhores fontes de proteína na forma de suplementos são whey (proteína do soro do leite) e caseína. Ambas as proteínas tiveram sua eficiência e superioridade comprovada através de inúmeros estudos divulgados no texto.

Segundo o texto, a ingestão de proteína em pó na forma de whey ou caseína aumenta a síntese protéica pós treino e atua positivamente no balanço nitrogenado. Ainda são destacados os efeitos positivos no sistema imunológico e na saúde de um modo geral em indivíduos que utilizam proteína em pó(suplemento a base de whey ou caseína) logo após o treino. Os estudos demonstraram o papel da whey na melhora da dor muscular tardia e no sistema imunológico quando utilizado após o treino e de forma freqüente.

As palavras dos autores: “É posição da Sociedade Internacional de Nutrição Esportiva que indivíduos que se exercitam deveriam consumir proteína de alta qualidade dentro do período de tempo que compreende sua sessão de treinamento (antes, durante e depois do treino)”

Pelo que podemos ver acima, um importante órgão de pesquisas na área de nutrição esportiva formou uma comissão e coletou os mais confiáveis dados á disposição atualmente para montar um texto e deixar claro a sua posição e opinião. Neste texto a Sociedade Internacional de Nutrição Esportiva firmou sua posição e aprova os seguintes termos:

· Pessoas que treinam com pesos necessitam de uma quantidade bem maior de proteína do que a recomendação da OMS.

· Uma ingestão de 2 gramas de proteína por quilo de peso corporal por dia é não somente necessário para melhorar a performance, como também totalmente seguro.

· Quando parte de uma alimentação balanceada e saudável, doses mais altas de proteína não prejudicam ou causam qualquer problemas renais ou perda óssea.

· Suplementos alimentares a base de proteína são uma forma segura, eficiente e prática para garantir que se consuma as quantidades mínimas de proteína exigidas.

Bibliografia:

International Society of Sports Nutrition position stand: protein and exercise – Campbell B. , Kreider R.B., Ziegenfuss T., La Bounty P., Roberts M. , Burke D. , Landis J. , Lopez H. , Antonio J.  J Int Soc Sports Nutr. 2007 Sep 26;4:8.


Compartilhe no Tumblr

Comentários

Comments are closed.



  • 2015 MR. OLYMPIA Phil Heath (EUA)Kai Greene (EUA)Shawn Rhoden (EUA)Dennis Wolf (Alemanha)Dexter Jackson (EUA)Roelly Winklaar (Curacao)Essa Obaid (Emirados Árabes Unidos)Mohamed Ali Bannout (Líbano)   Steve Kuclo (EUA), 11Ronny Rockel (Alemanha), 7Johnnie Jackson (EUA), 7Victor Martinez (República Dominicana), 5Dalibor Hajek (República Tcheca), 4Juan Morel (EUA), 3Daniel Toth (Hungria), 3Brad Rowe (EUA), 3Christopher Wong (Canadá), 2Ben White (EUA), 2Robert Piotrkowicz (Polonia), 1Fred Smalls (EUA), 1   2015 OLYMPIA 212    Flex Lewis (País de Gales)Eduardo Correa (Brasil)Jose Raymond (EUA)Hidetada Yamagishi (Japão)Baito Abbaspour (Irã) […]

  • Vamos aos callouts Logo após as apresentações individuais das poses compulsórias, os atletas são comparados, seis a seis, pela ordem numérica antes dos callouts propriamente ditos.   Isso fez com a última linha de comparação tivesse Phil, Kai, Wolf, Morel e Rammy.  Phil e kai ficaram lado a lado. Ao longo das poses, Phil ( que […]

  • Branch Warren –Veio  melhor que ano passado, mais seco, melhor condição, cintura bem mais fina. Pernas ainda assimétricas Victor Martinez – Menor em geral. Bem condicionado, mas nem tanto. Parece que seu físico está voltando a ser oque era. Ótimas poses de lado abdomem dilatado. Fred Smalls –  Falta volume para lutar no Olympia.  Excelente […]

  • A Press Conference do Olympia 2014 foi uma das mais polêmicas e agitadas de todos os tempos. Nela, Kai Greene e Phil Heath protagonizaram uma das maiores discussões públicas entre dois culturistas da história. Kai sempre teve um temperamento tranquilo nesse tipo de evento. Sempre com a fala mansa, demonstrando uma quase sonolência. Suas respostas […]

  •   Acabei de ver o video da Press conference. A briga foi feia e tivemos vários momentos tensos como esses do video. PHil dizia que dedicava sua vitória deste ano para seu pai, morto há pouco tempo. Kai o interrompeu grosseiramente e o desrespeitou.(Em um outro momento, Kai disse que Phil devia ter dedicado seus […]

  • É a última semana de treinos antes do Brasileiro de Levantamento Terra IPO/GPA/FPLBI. Será um grande evento em Guarulhos, com muitos atletas

  • Não quer ver o futebol hoje?  Temos uma pedida bem melhor. Assista e comente sobre o Olympia 1984. Tom Platz, Lee Haney, Chris Dickerson entre outros grandes nomes. Esse video vale a pena somente pela rotina do poses de Tony Pearson, em 32:30 com a música Billi Jean de Michael Jackson. Ele até se parece […]

  • Hoje saiu a notícia bombástica e um tanto sensacionalista sobre o Mr Olympia estar novamente na TV aberta americana. A última vez que o Bodybuilding havia recebido tanta atenção da TV aberta nos EUA foi em 1984, durante a primeira conquista de Lee Haney. Mas quem lê a notícia rapidamente por meio das compactas postagens […]

  • Urgente! História foi feita hoje em Toronto!   Simone de Oliveira, minha colega de Gold team Probiótica vence em sua estréia no Bodybuilding Feminino Profissional e garante vaga no Ms Olympia! Mais uma Brasileira deixando seu nome na história do Bodybuilding em uma vitória emocionante! Só quem conhece de perto a Simoninha sabe de sua […]

  • As prévias do bodybuilding masculino acabaram de acontecer. Com um lineup cheio de estrelas como Toney Freeman, Jon DelaRosa, Juan Morel, Johnnie jackson, Lionel Beyeke, Clarence Devis e Jeff Long, a competição seria dura. Freeman, DelaRosa, Morel e Beyeke vem mantendo sua condição de competição desde o Arnold Brasil – cinco semanas atrás – e […]

  • Está acontecendo agora o Toronto Pro show, um dos maiores shows da temporada em número de atletas participantes. Serão cerca de 159 atletas Pro divididos em oito categorias diferentes. Bodybuilding Open, Bodybuilding 212, Bodybuilding Feminino, Figure, Fitness, Bikini, Womens Physique e Mens Physique. Serão três brasileiros competindo – Simoninha de Oliveira no Bodybuilding Feminino, Diana […]

  • Um boato sobre a morte de Lou Ferrigno em um acidente de carro foi solto hoje em foruns e redes socias. A fonte da notícia seria um falso link para o jornal USA TODAY. A notícia falava sobre um suposto capotamento em uma auto estrada perto de Sacramento, California. Já vi uns dois posts sobre […]

  • Depois de muito tempo sem escrever um post no blog, estou de volta. Tenho algumas notícias e informações.
    A primeira é que acabei de enviar minha coluna sobre o Arnold Brasil para a

  • As prévias do New York Pro acabaram de terminar. Tivemos diversas categorias sendo disputadas. Vamos aos destaques. No Women´s Physique, 16 mulheres lutam para derrotar a atual campeã, Juliana Malacarne. São 17 atletas no total formando um lineup ainda mais forte que o do ano passado. Além de Juliana, outra Brasileira está competindo em Nova […]

  • Fotos do Backstage do Arnold Brasil Pro 2014 – Uma cortesia da Probiótica.